CMYK

CMYK é a abreviatura do sistema de cores formado por Ciano (Cyan), Magenta (Magenta), Amarelo (Yellow) e Preto (blacK). O CMYK funciona devido à absorção de luz, pelo que as cores que são vistas vêm da parte da luz que não é absorvida. Este sistema é empregado por imprensas, impressoras e fotocopiadoras para reproduzir toda a gama de cores do espectro visível, e é conhecido como quadricromia. É o sistema subtrativo de cores, em contraposição ao sistema aditivo, o RGB.

Ciano é a cor oposta ao vermelho, o que significa que actua como um filtro que absorve a dita cor (-R +G +B). Da mesma forma, magenta é a oposta ao verde (+R -G +B) e amarelo é a oposta ao azul (+R +G -B). Assim, magenta mais amarelo produzirá vermelho, magenta mais ciano produzirá azul e ciano mais amarelo produzirá verde.


[editar] Inclusão do preto
O preto pode ser produzido misturando os três pigmentos primários, mas por várias razões, é preciso adicionar tinta preta ao sistema:

O preto que se cria misturando os três pigmentos primários não é puro;
Empregar o 100% das tintas ciano, magenta e amarelo produz uma camada de tinta que molha a folha e tarda demasiado em secar, e ainda pode romper-se se é muito fina;
Os textos imprimem-se geralmente no preto e incluem detalhes muito finos que seriam complicados de conseguir mediante a superposição de três tintas;
O pigmento preto é o mais barato de todos, razão pela que criar negro com três tintas seria muito mais caro.

[editar] CMYK versus RGB
O padrão CMYK é o mais usado para impressão em papel, onde quatro cores de tinta geram uma qualidade final melhor do que apenas três, enquanto que monitores e televisões usam o padrão RGB (Vermelho (Red), Verde (Green) e Azul (Blue)), onde são usadas apenas três cores. Como o CMYK que se usa na indústria gráfica é baseado na mistura de tintas sobre o papel e o CMYK usado nos sistemas de computador não passa de uma variação do RGB, nem todas as cores vistas no monitor podem ser conseguidas na impressão, uma vez que o espectro de cores CMYK (gráfico) é significativamente menor que o RGB. Alguns programas gráficos, como o CorelDRAW, incorporam filtros que tentam mostrar no monitor a imagem exatamente como será impressa.

Além do CMYK e do RGB, existem outros padrões de cores, como o Pantone, onde ao invés de se ter um certo número de cores primárias que são combinadas para gerar as demais, tem-se uma tinta para cada côr que for utilizada na impressão. Isto garante que a cor impressa é exatamente a mesma que é vista no mostruário, mas não permite usar muitas cores diferentes no mesmo impresso, já que seria preciso uma tinta para cada cor diferente.

Fonte: Wikipédia


Outros Destaques:

 

O Sistema de Cores RGB
CMYK
TINTAS DO CATÁLOGO PANTONE
TELHA ECOLÓGICA
PAPEL RECICLADO ARTESANAL
PLÁSTICO OBTIDO A PARTIR DO AMIDO DE MANDIOCA
O PLÁSTICO BIODEGRADÁVEL É MELHOR PARA O AMBIENTE?